Voltar 

O REFORÇO E TRANSFORMAÇÃO EM BARRAGEM DA NOVA PONTE DE FREIXINHO
 

Finalmente e em Novembro de 2005 foi admitido e aceite a reformulação e reforço da nova ponte de Freixinho na tal represa tanto ambicionada, e que estabilizaria permanentemente a altura das águas a seu montante, ou seja em todo o territórios adstrito a Vila da Ponte.

A obra de engenharia incluiu um grande reforço à ponte existente, através da construção de vários pilares em betão sob a ponte, e a
meio desta, por processamento da altura máxima das águas na cota mais ideal, a edificação duma estrutura de queda das águas com a largura

 

suficiente de escoamento, sempre que, perante alguma tempestade ou excesso de pluviosidade a drenagem das águas para a restante Barragem do Vilar, se

processasse sempre de forma a que não houvesse elevação das aguas arrepresadas nos espaços contemplados pelo trajecto do Távora em Vila da Ponte.

Iniciada a obra em Janeiro de 2006, por uma empresa especializada na construção de Barragens, " Companhia Portuguesa de Cabora-Bassa", o traçado e realização do projecto, foram realizados em tempo recorde,  isto é, 1 ano e que no espaço da então "antiga ponte nova de Freixinho" o meio físico e paisagístico envolvente, foi bastante enriquecido com todas as modificações efectuadas e a água constantemente em queda, evidenciada pela bonita atracção visual que se pode visualizar na figura em cima fotografada.

Felizmente que no ano a seguir à construção houve abundante queda pluviómetrica, que veio a testar e provar a importância e categoria da obra realizada, mantendo o leito das águas em todo o espaço de Vila da Ponte persistentemente nivelado à mesma altura.

 
Por cima, e na estrada que liga Fonte Arcada e Freixinho à estrada Nacional, nada se notou com as obras e o processo de engenharia efectuado por baixo.

De acordo com a fotografia da direita, a estrada ficou com a mesma configuração, e a pacatez do trânsito automóvel e de populações continuou na mesma.
As grandes modificações do ponto de vista paisagístico e económico. mais se vieram notar a montante.

Um outro valor económico, embelezador e turístico, veio a dignificar os espaços mais baixos do concelho de Sernancelhe, e a recompensar as percas e destruições que a Barragem do Vilar conquistou e usurpou no início dos ano 60.

 


Podemos observar em fotografias obtidas recentemente, e desta mesma Ponte, ou nova Barragem ou Represa, conforme lhe queiram  chamar, o panorama bonito e atraente das águas nas cotas mais indicadas, seguras e atraentes conforme o projectado para a zona de Vila da Ponte: 

 
 
     
     

  Voltar