Voltar 

Conversas entre duas mulheres juntas, não saí coisa boa...
A «Presidente da Junta de Vila da Ponte», com a cabeça cheia de ideias para a aldeia, cuja conversa é de que, qualquer dia Vila da Ponte até pode ser a capital, sei lá de quê, verdade seja dita, é determinada nas ideias e o que diz faz,
entroncou-se-lhe na cabeça que iria civilizar e embelezar mais o já referido vale, assinalado na página anterior (S. Roque a Seixo).
Ao que chegou?
Procurou a «Presidente da Junta de Sarzeda», transmitiu-lhe ideia, visto que o projecto em sonhos também abrangia espaços de Sarzeda, e claro esta foi toda receptiva.
Mas chamou-a logo depois de louca, quando o projecto por pensamento incluía "um Comboio Turístico" desde a estação férrea de Vila da Ponte ao Seixo. Ainda mais que a construção duma pequena linha férrea é da competência da CP (comboios de Portugal), e tal ficou reprovado há anos aquando do pedido efectuado que os Presidentes de Sernancelhe, Penedono e Governador Civil de Viseu, de ligar Vila da Ponte a Penedono, que bem perto é do Seixo. Bem se lembra a «Presidente da Junta de Sarzeda» (que é do tempo dela), os debates sobre tal nas reuniões da Câmara, Assembleia e com a CP.
Para a CP não havendo rentabilidade, nada feito.
Mas mulher que pensa muito, acha sempre uma solução. As duas tomaram uma decisão em segredo.
Fazer novamente a proposta à CP, secretamente com um negócio aliciante, e publicamente transmitir que a linha vai até só ao Seixo, com exclusividade turística. 
Logo que a estrada de ferro esteja concluída, então a linha será aproveitada pela CP para drenar granitos via férrea, que proliferam no local, havendo já várias pedreiras abertas (o tal negócio que fica no segredo dos Deuses).
E assim entraram em negociações.
Vemos à direita as «duas Presidentas de Junta», que agora fazem um dueto autêntico nas reuniões da Assembleia da Câmara, e o Presidente da CP, comboios de Portugal, Dr. Ferdinand Verbiest.
As duas, após várias reuniões aparentava-se já inviabilizar o projecto,  pois o Dr. Ferdinand Verbiest como gestor e presidente da empresa só trabalha com certezas e lucros.

Bem, mas elas tanto lhe deram a volta à cabeça com a grande rentabilidade do escoamento dos produtos graníticos, que finalmente

 

 

Presidente da Junta de Freguesia de Vila da Ponte Presidente da Junta de Freguesia de Sarzeda Presidente da CP - comboios de Portugal
após meses de negociações assina o contrato e concessões exigidas
pela CP.
O processo para o início da obra, exigiu um pormenorizado projecto, a aprovação do impacto ambiental pelo Ministério do Ambiente, e uma diversidade de assinaturas por diversas entidades, nomeadamente a Câmara e Assembleia Municipal de Sernancelhe, que avançaram rapidamente e bem, ficando nos "Segredos dos Deuses" pelas três personagens referidas, a contrapartida do aproveitamento da linha também para os escoamentos já referidos.
Uma exigência de várias entidades: a construção por uma empresa privada duma "Instância Turística", num local atraente do vale, para férias, lazer, etc, nos próximos anos.
Chegou o dia de transmitir publicamente à população de Sernancelhe "O grande Investimento Turístico", através duma reunião extraordinária da Assembleia Municipal:
O "Dueto", conforme os colegas de bancada da Assembleia as chamam, pregaram neste dia uma valente sessão de adormecimento a uns e seca a outros, a transmitirem em todo o pormenor dados do projecto, impactos sobre a prosperidade do concelho, a edificação duma unidade hoteleira, etc, etc, etc...
À direita, podemos observá-las na dita leitura, ora uma ora outra, e ainda por cima, ao microfone e altifalantes bem ampliados, que no final deixaram todo o pessoal com zumbidos e mal estar na cabeça.
 

  Voltar